top of page
  • Foto do escritorLagoaNerd/Karen

“O Trombone” chega à escola pública de São Paulo e promove discussão sobre inclusão

Obra infanto-Juvenil foi produzida com incentivos do programa de apoio à cultura Pró-Mac e está sendo distribuída pelo Instituto Melhores Dias


Capa do Livro “O Trombone” | Créditos: Divulgação IMD
Capa do Livro “O Trombone” | Créditos: Divulgação IMD

O Instituto Melhores Dias acaba de lançar mais uma obra literária em prol do desenvolvimento de crianças e adolescentes. Com uma discussão sobre inclusão, “O Trombone” conta a história de Padma, um garoto que nasceu completamente mudo e que, graças à dedicação de uma professora, descobre ter um talento nato para a música.

Escrita pelo jornalista James Capelli, a obra contou com o patrocínio da gestora de saúde, Allcare, e foi desenvolvida com incentivos do Programa Municipal de Apoio a Projetos Culturais – Pro-Mac.

A Instituição fará a distribuição do livro de forma gratuita e promoverá palestras para engajar discussões sobre o conteúdo com os alunos e professores.

A primeira será feita na Escola Municipal Professor Enzo Antônio Silvestre, na cidade de São Paulo, em Pirituba, e prevê impactar cerca de 580 alunos da unidade. Nos dias 28 e 29 de setembro, o autor do livro estará na escola para uma palestra, que também será transmitida no canal de Youtube do IMD, com intérprete de libras

“O livro propõe uma reflexão sobre inclusão e, principalmente, autossuperação. Nosso pequeno Padma mostra o quão importante é saber lidar com as adversidades e permite que as crianças se vejam em algumas situações e tenham um olhar diferenciado para inovar” comenta o autor, James Capelli.

“Aqui no Instituto nós acreditamos que, nos dias de hoje, a inclusão não pode mais ser tratada apenas como um tema para reflexões abstratas. O objetivo com esses eventos é apresentar diferentes perspectivas para esses alunos e também ouvi-los para propor um espaço de desenvolvimento”, complementa.

Ao todo, serão produzidos 2 mil exemplares impressos do livro, que também contará com versão em áudio book. Além disso, o Instituto fará 10 exemplares em Braille (sistema formado por sinais em relevo que possibilitam leitura e escrita para pessoas com deficiência visual, parcial ou total), que serão distribuídos para biblioteca municipal ou escola pública que tenha deficientes visuais.

Sobre o Instituto: O IMD (Instituto Melhores Dias) é uma Organização da Sociedade Civil, sem fins lucrativos, que atua no Brasil desde 1993 trabalhando para fortalecer comunidades por meio de parcerias e programas que melhoram a qualidade de vida de adultos e crianças.

A instituição oferece ferramentas para construção de um futuro melhor, com mais informação e qualidade de vida. Além de criar estratégias e intervenções que mudam hábitos das comunidades, aumentam o conhecimento sobre comportamentos mais saudáveis, conscientizam sobre qualidade de vida, sustentabilidade e prevenção de doenças.

Os programas da organização já beneficiaram 3,5 milhões de crianças e 14 milhões de brasileiros.

8 visualizações0 comentário
bottom of page