top of page
  • Foto do escritorLagoaNerd/Karen

Série Brasileira Amar é Para os Fortes Estreia Amanhã (17) no Prime Video

Baseada no álbum visual homônimo de Marcelo D2, a produção acompanha a história de duas famílias que lidam com o luto, a injustiça, a responsabilidade e as consequências de um crime

Amar é Para os Fortes
Amar é Para os Fortes

O Prime Video lança amanhã, dia 17 de novembro, Amar É Para os Fortes, nova série brasileira Original Amazon. Produzida pela Pródigo Filmes e dirigida por Kátia Lund, Yasmin Thayná e Daniel Lieff, o título foi desenvolvido por Antonia Pellegrino, Camila Agustini e Marcelo D2. A produção de sete episódios será a mais recente adição à assinatura Prime. Membros Prime no Brasil desfrutam de economia, conveniência e entretenimento, tudo em uma única assinatura.

Amar é Para os Fortes apresenta a saga de duas mulheres negras cariocas que veem seus destinos entrelaçados para sempre durante uma operação policial no Dia das Mães. Rita (Tatiana Tiburcio) perde seu filho de 11 anos, Sushi (João Tiburcio), para a violência policial, e Edna (Mariana Nunes) é mãe de Digão (Maicon Rodrigues), o policial que matou a criança. Buscando justiça e redenção, ambas irão enfrentar a corrupção policial e a morosidade do sistema judiciário. Rita terá o apoio de seu filho mais velho, o artista plástico Sinistro (Breno Ferreira), que, junto com a comunidade da Maré, lutará por justiça para Sushi.



Criada por Marcelo D2, Antonia Pellegrino e Camila Agustini, Amar é Para os Fortes é uma produção da Pródigo Filmes para o Amazon Studios. Francesco Civita e Beto Gauss são os produtores executivos ao lado de Renata Grynszpan, Marcelo D2 e Kátia Lund. A série é escrita por Camila Agustini, Daniel Castro, Rafael Souza-Ribeiro e Yasmin Thayná, com colaboração de Giovanni Martins e dirigida por Kátia Lund, Yasmin Thayná e Daniel Lieff. Amar é Para os Fortes é estrelada por Mariana Nunes, Tatiana Tiburcio, Breno Ferreira, Maicon Rodrigues, Bukassa Kabengele, Rui Ricardo Diaz, Vilma Melo, Sain Ktt, Clara Moneke, Don Negralla e Kibba, Liza Del Dala. Rica Amabis é responsável pela trilha sonora original.

5 visualizações0 comentário
bottom of page