top of page

O MENINO E A GARÇA é a 3ª maior bilheteria de um filme de anime nos EUA

A animação, que é candidata ao Oscar de Melhor Animação deste ano, chega aos cinemas de todo o país em 22 de fevereiro.

O menino e a garça
O menino e a garça

A distribuidora Sato Company acaba de divulgar a lista de profissionais responsáveis por emprestar suas vozes à versão dublada do filme

O filme O MENINO E A GARÇA, novo longa do lendário diretor japonês Hayao Miyazaki, se tornou a 3ª maior bilheteria de um filme de anime nos Estados Unidos (EUA), ultrapassando ‘Pokémon O Filme 2000’. A animação do Studio Ghibli está em cartaz nos cinemas norte-americanos desde dezembro de 2023 e já arrecadou mais de US$ 44,2 milhões até o momento, apenas nos EUA, provando a potência e o apelo do cinema asiático nos dias de hoje.

Vencedor do Globo de Ouro de Melhor Filme de Animação, o filme é finalista ao Oscar de Melhor Animação deste ano, além de ter sido indicado em 7 categorias na 51ª edição do ANNIE AWARDS (Melhor Filme, Melhor Animação de Personagens, Melhor Direção, Melhor Trilha Musical, Melhor Design de Produção, Melhor Storyboarding e Melhor Roteiro). 

No Brasil, o público terá as opções de assistir ao filme legendado ou dublado a partir da estreia em 22 de fevereiro nos cinemas via Sato Company.

Confira abaixo os nomes dos profissionais brasileiros responsáveis por emprestar suas vozes à versão dublada do filme !

O menino e a garça
O menino e a garça

DublagemTarcisio Pureza como SoichiRafael Pinheiro como o Periquito ReiMarcia Coutinho como NatsukoEduardo Borgerth como o PelicanoAna Helena de Freitas como HimiGuilherme Briggs como o Tio-avôSergio Moreno como a GarçaTeline Carvalho como KirikoArthur Salerno como MahitoMarlene Costa como AikoFlávia Saddy como HisakoGabi Xavier como Kasuko

Participações especiais: Hugo Myara, Ingo Lyrio, Klayton Alegre, Larissa de Lara, Marisa Leal, Márcia Alves Direção de dublagem: Rafael Pinheiro

Ganhador do Oscar por A Viagem de Chihiro, em 2003, Miyazaki é considerado uma lenda viva da animação e do cinema japonês. Entre seus filmes estão, também, Meu Vizinho Totoro, O Castelo Encantado, Vidas ao Vento, Ponyo: Uma Amizade que Veio do Mar  e Lupin: The Castle of Cagliostro (esse último também da Sato Company). 

Segundo o produtor Toshio Suzuki, a produção do longa se iniciou em 2016. Na ocasião, Miyazaki havia anunciado sua aposentadoria, mas abandou a ideia para desenvolver esse projeto, que causou muita curiosidade em seu anúncio, já que o diretor manteve um grande segredo sobre o nome e a sinopse do longa.

O MENINO E A GARÇA é uma fantasia semiautobiográfica sobre a vida, a morte e a criação, em homenagem à amizade. O roteiro é assinado pelo próprio diretor e, apesar de se referir ao romance homônimo de 1937, de Genzaburō Yoshino, é uma história original, que tem como protagonista Mahito Maki, um garoto de 12 anos, que vive no Japão de 1943, durante a Guerra do Pacífico.

Após a morte de sua mãe, seu pai se casa com a irmã mais nova dela, e se mudam para a casa dela no campo. Nesse ambiente, Mahito conhecerá uma garça cinza que o levará a uma torre misteriosa, onde viverá uma jornada na qual descobrirá a verdade sobre si mesmo.

O roteiro é, assumidamente, baseado em experiência do próprio Miyazaki em sua infância, e entre as mensagens do longa está a possibilidade da paz entre as nações num mundo marcado pelo conflito.

De acordo com o The Japan Times, O MENINO E A GARÇAressalta a importância das crianças, das novas gerações, em superar os erros e as guerras do passado, forjando um futuro melhor, de mais compreensão e reciprocidade.

Em sua estreia nos EUA, no dia 8 de dezembro, o filme ficou em primeiro lugar nas bilheterias, arrecadando US$ 10 milhões no primeiro final de semana. No Japão, a produção conquistou US$ 54 milhões, tornando-se o terceiro maior lançamento do ano.


16 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page