top of page
  • Foto do escritorLagoaNerd/Karen

PANDORA FILMES PARTICIPA DO FESTIVAL DO RIO COM SETE LONGAS

Filmes inéditos no país, exibidos e premiados nos principais festivais de cinema pelo mundo, estão entre a seleção da distribuidora


ATÉ QUE A MÚSICA PARE, de Cristiane Oliveira (Foto: Divulgação)
ATÉ QUE A MÚSICA PARE, de Cristiane Oliveira (Foto: Divulgação)

Neste ano, a Pandora Filmes exibirá sete longas inéditos no país durante o Festival do Rio. O evento acontece entre os dias 5 e 15 de outubro na cidade do Rio de Janeiro. Da Première Brasil, a distribuidora participa com ATÉ QUE A MÚSICA PARE, novo longa de Cristiane Oliveira (“A Primeira Morte de Joana”), que será exibido na Mostra Competitiva. Direto do Festival de Veneza deste ano, desembarca o drama também italiano ENEA, de Pietro Castellitto. No filme, o diretor, que também assina o roteiro, contracena com seu pai, Sergio Castellitto. O roteiro é inspirado no mito grego de Eneias. Do Festival de Cannes, a distribuidora apresenta o coreano COBWEB, de Kim Jee-woon, exibido na mostra competitiva do festival francês em maio passado. Trata-se de um longa experimental, com um filme dentro do filme combinando elementos de drama e humor sarcástico. Ainda de Cannes, serão exibidos: o taiwanês MONEYBOYS, de C.B. Yi, que participou da mostra Un Certain Regard, concorrendo à Camera D’Or (conferido a filmes de estreantes) e à Queer Palm (disputada por filmes com temática LGBT); e o francês SOFTIE, de Samuel Theis, por sua vez, também concorreu à Queer Palm e ao César de ator mais promissor, para seu protagonista Aliocha Reinert. O italiano O PEQUENO CORPO, além de participar da Semana da Crítica e concorrer à Palme D’Or, deu à sua diretora, Laura Samani, o David di Donatello de melhor cineasta estreante. Também vem da Itália o novo filme da veterana Liliana Cavani, L'ORDINE DEL TEMPO, que traz no elenco Angela Molina, Alessandro Gassmann e Fabrizio Rongione, que fazem parte de um grupo de amigos que descobrem que o fim do mundo está próximo.

Abaixo, mais informações sobre os filmes: ATÉ QUE A MÚSICA PARE, de Cristiane Oliveira Brasil, Drama, 2023 Obrigada a encarar a solidão depois que o último filho sai de casa, Chiara decide acompanhar o marido nas viagens dele como vendedor pelos botecos da Serra Gaúcha. A confiança no casamento de mais de 50 anos se quebra quando Chiara conhece a vida que Alfredo leva na estrada e ele descobre que algo mais a perturba. COBWEB, de Kim Jee-woon, Coréia, Drama, 2023 Na década de 1970, o diretor Kim está obcecado pelo desejo de refilmar o final de seu filme completo 'Cobweb', mas o caos e a turbulência tomam conta do set com a interferência das autoridades de censura e as reclamações de atores e produtores que não conseguem entender o final reescrito. Será que Kim conseguirá encontrar uma maneira de superar esse caos para realizar suas ambições artísticas e completar sua obra-prima? MONEYBOYS, de C.B. Yi Áustria / França / Taiwan / Bélgica, Drama, 2021 Fei ganha a vida na cidade grande trabalhando como traficante. Seu mundo desaba quando ele percebe que sua família aceita seu dinheiro, mas não sua homossexualidade. Com o coração partido, Fei luta para criar um novo começo em sua vida. SOFTIE, de Samuel Theis França, Drama, 2021 Johnny tem dez anos. Mas, apesar de sua idade, ele só se interessa por histórias adultas. No seu conjunto habitacional em Lorena, ele observa com curiosidade a conturbada vida emocional da sua jovem mãe. Este ano, entrou para a turma do Sr. Adamski, um jovem professor que acredita nele e que lhe abre a porta para um novo mundo. O PEQUENO CORPO, de Laura Samani Itália / França / Eslovênia, Drama, 2021 Itália, 1900. Agata é uma jovem que embarca em uma jornada desesperada para chegar a um misterioso santuário para salvar a alma de sua filha da condenação eterna do Limbo. L'ORDINE DEL TEMPO, de Liliana Cavani Itália, Drama, 2023 E se descobríssemos que o mundo poderia acabar no espaço de algumas horas? É o que acontece uma noite com um grupo de velhos amigos que se reúne, como fazem todos os anos, numa vila à beira-mar para comemorar um aniversário. A partir desse momento, o tempo que os separa do possível fim do mundo parecerá fluir de forma diferente, rápida e eternamente, durante uma noite de verão que vai mudar as suas vidas. ENEA, de Pietro Castellitto Itália, Drama, 2023 Enea, Eneias, persegue o mito que carrega seu nome. Ele faz isso para se sentir vivo em uma era morta e decadente. Ele faz isso na companhia de Valentino, um aviador recém-batizado. Com o tráfico de drogas e as festas, os dois meninos compartilham a juventude. Amigos de longa data, vítimas e perpetradores de um mundo corrupto, mas movidos por uma vitalidade incorruptível. Além dos limites das regras, do outro lado da moralidade, existe um oceano de humanidade e símbolos para descobrir. Enea e Valentino vão voar até aos extremos. Mas as drogas e o submundo são a sombra invisível de uma história que fala de outra coisa: um pai melancólico, um irmão com conflitos na escola, uma mãe derrotada pelo amor e uma linda menina, um final feliz e uma morte feliz, uma palmeira caindo sobre um mundo feito de vidro. É entre as frestas da vida quotidiana que a aventura de Enea e Valentino encontra gradualmente um alívio. Uma aventura que pode parecer criminosa para outros, mas que para eles é, e será antes de tudo, uma aventura de amizade e amor.

4 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page