top of page
  • Foto do escritorLagoaNerd

A Luta é indicado no festival World Film Festival de Cannes e ganha prêmio de melhor filme

Indicado como melhor curta e vencedor na categoria Melhor Filme de Artes Marciais no Cannes World Film Fest de 2023,



competição mundial de qualificação mensal e anual da IMDb, base de Dados de Filmes da Internet (em Inglês: Internet Movie Database), é um dos mais respeitados sites de crítica popular de Filmes e Séries do mundo, dedicada a longas e curtas-metragens independentes; também foi indicado como melhor filme e melhor direção no Indie X Fest de Los Angeles, festival internacional de curtas-metragens com sede em Los Angeles, além de ser selecionado para o festival Barcelona Indie Awards, para cineastas independentes, com exibições ao vivo na cidade de Barcelona.

O filme conta a história de um menino humilde, Felipe, que mora em uma comunidade pobre de São Paulo. Depois de perder o emprego e se jogar na bebida, o pai de Felipe, sob efeito de álcool, agride a esposa e sai de casa. Felipe cresce, se torna lutador de MMA e também enfrenta batalhas com os seus traumas internos. Após 20 anos, o pai busca a reconciliação.

O curta tem 29 minutos e foi dirigido e escrito por Fausto Saez e Luciano Risso, além de Natan Chaves como escritor. O elenco conta com Olivetti Herrera, interpretando o pai do Felipe, e esteve na peça Homens no divã e no filme Bia 2.0; a atriz Paola Rodrigues, que interpreta a mãe de Felipe e que também se apresenta no longa-metragem ‘Tração’; Fausto Saez, que dá vida ao personagem Felipe, na fase adulta e que recentemente atuou na série Reis da Record TV como o profeta Gade; Mateus Salomão, filho de Saez e que faz o mesmo personagem do pai como criança e Leandro Secassi, que interpreta o mestre de Felipe. O curta também conta com a participação de lutadores profissionais como Apollo Gomes, Hilario, Espartano e Allécio Terron.

Esse é o segundo filme dirigido pelo ator e diretor Fausto Saez. Seu primeiro trabalho foi ‘Amor Invisível’, em que ganhou como melhor estreia na direção no Toronto Independent Film of Cift, festival de celebração sazonal de curtas e longas-metragens do cinema contemporâneo. O festival tem como objetivo trazer aos cinemas de Toronto filmes produzidos internacionalmente mais aclamados do ano, em 2021.

Para quem quiser conferir o enredo de “A Luta”, exclusivamente no dia 22 de setembro, o bar Posto 6, que conta com uma super estrutura de tvs e telões e está localizado na Vila Madalena, fará um pré-lançamento do curta a partir das 20h.

1 visualização0 comentário
bottom of page