top of page
  • Foto do escritorLagoaNerd/Karen

CRÍTICA | BLACKBERRY - ASCENSÃO E QUEDA DO PRIMEIRO SMARTPHONE DO MUNDO

O filme aborda sobre um dos grandes fenomenos das telecomunicações ontes do iphone

estreia essa semana nos cinemas distriuído pela diamond films

BLACKBERRY
BLACKBERRY

O Universo das coisas está cheio de coisas legais, inventivas e curiosidades e não por acaso esse universo tem cativado cada vez mais pessoas ao redor do mundo quando mostrados em filmes

O mesmo acontece com o filme Blackberry a história não contada do primeiro smartphone do mundo

Desde seus inventores Mike Lazaridis e Doug Fregin que se uniram com o executivo feroz Jim Basillie

BLACKBERRY mostra como a tecnologia criada por Mike Lazaridis e Douglas Fregin, aliada ao dinheiro e a experiência do empresário Jim Balsillie (Glen Howerton), transformou completamente a forma como as pessoas se comunicavam em 1996. No entanto, em poucos anos, segredos obscuros, disputas pessoais e, o maior perigo de todos, a chegada do iPhone, ameaçam o incrível sucesso da companhia.


O filme é bem legal na forma de contar e parece que faz muito tempo que ocorreu mas quando mostra faz muito pouco tempo

além disso ele mostra tanto a parte técnica como a parte de negócios executiva das coisas

O Jim Balsillie parece estar em constante estado de panela de pressão de tanto nervosimo ferocidade com que ele demonstra emprenho em fazer os negócios funcionarem

BLACKBERRY
BLACKBERRY

Já Mike e Doug são a alma por tras do Blackberry desde a sua concepção, tecnica e evitando que o produto em si tenha muitos problemas e com eles principalmente Mike que as grandes empresas decidem investir no smartphone, pois não adianta nada saber do negocio e não conhecer o produto

eles tiveram um sucesso extraordinário com isso até a chegada do Iphone

a queda que comeca a mostrar ser mais de que uma disputa entre as duas marcas acaba sendo por fim com um desfecho que poderia ter sido melhor desenvolvido

visto que a primeira parte do filme flui super bem ao contar a ascensão mas na hora da queda faltou um pouco mais de empenho apesar de achar um pouco estranho a maquiagem do elenco isso não afetouo filme e foi interessante conhecer o por trás do que foi o BlackBerry

mas é um bom filme sobre as coisas e produtos tecnológicos que surgiram nos últimos anos e que influenciam o mundo até hoje


BLACKBERRY tem direção de Matt Johnson, que também assina o roteiro e estrela o filme . O longa é baseado no livro “Losing the Signal: The Untold Story Behind the Extraordinary Rise an como Douglas "Doug"d Spectacular Fall of Blackberry”.

A Research in Motion (RIM), empresa que criou o BlackBerry, foi fundada pelos amigos Mike Lazaridis e Doug Fregin, interpretados no filme por Jay Baruchel e Matt Johnson, respectivamente. BLACKBERRY começa nos primórdios da empresa, quando ainda não havia aperfeiçoado a tecnologia do smartphone.


Com estreia na mostra competitiva do Festival de Berlim 2023, BLACKBERRY fez uma carreira de sucesso em festivais internacionais como o SXSW Film Festival, Chicago Critics Film Festival e Melbourne International Film Festival. O filme conquistou o público, com 95% de aprovação, e a crítica especializada, com 98% de aprovação no Rotten Tomatoes.

“Lembra daquele celular que todo mundo tinha antes do iPhone? Foi assim que ele surgiu e que foi destruído.”, conta o diretor Matt Johnson. O cineasta procurou destacar também a importância e o legado do BlackBerry: “Era o símbolo de status do início dos anos 2000 e, no começo da era da mídia social, ele te colocava como parte de um grupo. Ele criou uma nova maneira de se comunicar, muito antes das DMs do Instagram ou do Snapchat.".





5 visualizações0 comentário
bottom of page