top of page

CRÍTICA | NÉVOA PRATEADA - FILME PREMIADO É INTENSO E TOCANTE COM ROMANCE LGBTQIAP+

O filme névoa prateada estreia essa semana nos cinemas e é um filme muito interessante ao abordar a complexidade de famílias disfuncionais ainda que atreladas a uma grande tragédia e em meio a um romance LGBTQIAP+


NÉVOA PRATEADA
NÉVOA PRATEADA

Vencedor de diversos prêmios, incluindo do Prêmio do Júri do Teddy Award do Festival de Berlim para a atriz Vicky Knight


O filme foca na vida de Franky (Vicky Knight) uma jovem que é também uma enfermeira que teve sua vida marcada por um grande acontecimento 15 anos antes e que não somente deixou marcas em sua mente mas também em sua pele visto que ela é uma sobrevivente de um incêndio e que tenta exacerbar a sua raiva em busca de justiça


Ela vive junto com sua família disfuncional nos subúrbios de Londres sua mãe é dependente financeiramente mas muito emocionalmente da filha

Na casa ainda vivem seus dois irmãos e da qual Leah a mais nova e a mais apegada a ela

A atuação de Vicky Knight como Franky é muito convivente sendo destaque e mesmo a personagem tendo as suas revoltas ainda trás uma doçura e mais ainda uma empatia e compaixão pelo próximo mesmo ela em si necessite de mais atenção e afago e isso é realmente muito emblemático


Vicky Knight como Franky em Névoa Prateada
Vicky Knight como Franky em Névoa Prateada

No meio disso tudo ela conhece Florence (Esmé Creed-Miles da série Hanna do Prime Vídeo) uma menina que aparenta estar muito desiludida com tudo e por mero acaso que elas acabam se conhecendo e então com rapidez elas se entrosam e acabam criando uma relação que é magnética


E com isso Franky ganha uma nova família um pouco mais ajustada do que a dela que é a familia de Florence porém Florence carrega uma instabilidade emocional muito gritante e tem atitudes muito intensas e cheias de raiva que não foram devidamente tratadas e ainda tem atitudes muito egoista perante Franky e sua família e Esmé Creed-Miles também é outro destaque no filme pois você quer saber mais sobre ela e o por que dela agir de maneira tão explosiva


Esmé Creed-Miles  é Florence em Névoa Prateada
Esmé Creed-Miles é Florence em Névoa Prateada

Gostei bastante do filme e ele é um filme ágil na forma de contar e faz com que se prenda a atenção a trama apesar de deixar algumas pontas soltas e mostrar que nem tudo tem resposta e que me mesmo de se buscar justiça ainda sim tem os bons momentos

O filme é mais alternativo mas que trás essa realidade dos sobreviventes


o filme inclusive foi Vencedor do Prêmio do Júri do Teddy Award do Festival de Berlim para a atriz Vicky Knight e indicado a melhor filme no Panorama Audience Award, o filme também foi destaque na programação da 47ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo e participou de prêmios Dinard British Film Festival (vencedor como melhor filme), Tribeca Film Festival (indicado ao Best International Narrative Feature), FilmOut San Diego US, Sunny Bunny LGBTQIA+ Film Festival, entre outros.

Franky poderia ser bem mais revoltada e raivosa com o que aconteceu com ela e ainda mais com uma família tão desajustada mas ela escolheu ser a base que sustenta a família em meio a névoa o brilho prateado se mostra muito evidente para grande atuação de Vicky Knight

Não que o filme seja fácil ainda mais por ser para maiores de 16 anos mas mostra que nem todos tem a mesma sorte mas que buscam se ajustar e se inserir no meio disso tudo


Névoa Prateada
Névoa Prateada

Curiosidade que a diretora e roteirista do filme Sacha Polak (do filme "Nieuwe Tieten" e da série "Hanna", do PrimeVideo) se baseou também em vivências da própria atriz Vicky Kinght que sofreu com um incêndio num Pub a 20 anos atrás e na qual perdeu dois dos seus irmãos e com isso no processo de contar sobre a história de Franky se torna mais verossímil a forma de ser contada

Apesar do filme falar muito em raiva ele se encaixa mais em uma obsessão pela busca por respostas e justiça que nem sempre veem e por isso as pessoas precisam se adaptar para sobreviver mesmo que seja aos pedaços e que no meio disso consiga trazer a compaixão pelo próximo


25 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page