top of page

Crítica | Os rejeitados

Água mole em pedra dura tanto bate até que fura, mostra que em meio a rachaduras se encontram diamantes como é o filme Os rejeitados

Os rejeitados
Os rejeitados

Os rejeitados ( the holdovers ) novo filme do diretor Alexander Payne ( Nebraska, as confissões de schimitd,osdescendentes, sideways)  trás aquele quentinho no coração mesmo sendo rodado em meio a muita neve e muito frio com a doçura de contar sobre os elos entre os que são rejeitados por serem diferentes e que por isso tem uma casca de tartatuga rígida para se proteger contra as adversidades mas que no fundo tem um coração tão bom que mereçam ser reconhecidos

No filme vemos até uma pequena homenagem aos filmes da década de 70 seja dos logos de antigamente da universal e da miramax

Os tons mais escuros e terrosos que tem a sensação de trazer um pouco de frieza ao filme se contrapõe ao também trazer leveza e um pouco de calmaria

Angus Tully ( o estreante Dominik Sessa) é um jovem rebelde que se sente excluído e mais ainda quando tem que ficar longe de sua família da qual não tem uma boa relação com seu padrasto e por isso terá que passas o recesso definal de ano na escola renomada onde estuda juntamente com um professor excêntrico e intransigente chamado Paul interpretado pelo incrível Paul Giamatti ( Billions, Sideways...) que parece bem malévolo porém tem um coração de ouro, e ainda com a gerente da cantina Mary a fascinante Davi´ne Joy Randolph (cidade perdida, Only muders in the buiding) que está de luto pela perda do filho único Curtis mas que ainda trás o amor mesmo em um processo doloroso e em uma das épocas mais festivas e frias do ano entre o natal e ano novo no hemisfério nortena década de 70

Gosto muito das atuações de Paul Giamatti e ele é bem expressivo em seu professor Paul e tem um currículo contundente e ótimas atuações fazem dele ser para mim um dos favoritos na categoria de melhor ator no Oscar, infelizmente acho que na luta de quem ganha ele irá perder para Cillian Murphy porém será uma disputa mais acirrada do que todos esperavam

Apesar de gostar muito da atuação de Da´vine JoyRandolph e ela ser a favorita a ganhar diversos prêmios inclusive o Oscar de melhor atriz coadjuvante ainda acho que tivemos outras atuações melhores porém é muito merecido suas indicações e ficarei muito feliz se ela ganhar

O filme parece ter o estilo coming of age ( jornada do crescimento) mas usa de um humor sarcástico se tornando assim uma dramédia

O filme faz rir e chorar de forma genuína e cada detalhe conta, ainda que seja um filme para premiações com grandes atuações ele conversa com o público geral de forma singular tocando o coração de quem o vê

Podendo ser considerado um  filme da sessão da tarde que muitos gostarão de ver novamente seja na tela de cinema como na tv ou streaming pois menos é mais e tudo se converge em um ótimo filme junto com uma direção precisa e constante e uma edição que acolhe seus personagens

 

22 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page