top of page
  • Foto do escritorLagoaNerd/Karen

Minha amiga Anne Frank: a história real de uma amizade que resistiu ao Holocausto

Lançado pela Buzz Editora neste mês de agosto, Minha amiga Anne Frank retrata Anne Frank pelo olhar de sua amiga e confidente Hannah Pick-Goslar


Minha amiga Anne Frank
Minha amiga Anne Frank

Em 1933, aos cinco anos de idade, Hannah Pick-Goslar e sua família escaparam da Alemanha nazista, buscando refúgio em Amsterdã. Lá, Hannah fez amizade com uma jovem bem parecida com ela: Anne Frank, uma menina sincera e divertida. Durante alguns anos felizes, as duas foram inseparáveis, desfrutando da liberdade e da alegria da infância, dormindo uma na casa da outra e se divertindo no bairro de Rivierenbuurt.

Em junho de 1942, à medida que a ocupação nazista na Europa se intensificava, Hannah e Anne foram abruptamente separadas. Anne e a família Frank desapareceram de repente, deixando para trás sinais de vida cotidiana, como a louça na pia e as camas desarrumadas.

Enquanto Hannah se perguntava qual teria sido o destino de sua amiga, esperando que estivesse em segurança, o destino de sua própria família começou a se desdobrar diante de seus olhos. Ela, sua irmã, seu pai e seus avós foram capturados e levados ao campo de Bergen-Belsen, na Alemanha.

Em meio a condições terríveis e com o risco de morte iminente, Hannah recebeu notícias de sua amiga Anne Frank. Movida pela urgência de salvar Anne, que lutava pela vida e estava enfraquecida, Hannah se arriscou em uma tentativa de resgate.

Minha Amiga Anne Frank lança luz sobre a humanidade e a resiliência em tempos de extrema opressão, e é um testemunho de como a amizade é capaz de superar fronteiras e unir corações em um vínculo genuíno e perene. Hanna Pick-Goslar retrata Anne Frank para além de seu mundialmente famoso diário, e os leitores agora têm a oportunidade de conhecer a Anne que Hannah, sua amiga e confidente, conheceu.

Sobre a autora

Hannah Pick-Goslar, Hanneli para seus amigos, nasceu em Berlim em 1928. Em 1933, após Adolf Hitler ser eleito chanceler da Alemanha, a família Goslar se mudou para Amsterdã, onde Hannah frequentou a 6ª Escola Montessori e fez amizade com uma garota chamada Anne Frank. No diário de Anne, ela conta momentos com Hannah, referindo-se à amiga como “Lies Goosens”. Em 1943, Hannah, a irmã mais nova, Gabi, o pai e os avós maternos foram presos e enviados para o campo de transferência de Westerbork, nos Países Baixos, antes de serem encaminhados para Bergen-Belsen, na Alemanha. Hannah passou catorze meses no campo até ser libertada em 1945. Em 1947, emigrou para o Mandato Britânico da Palestina, pouco antes que o território se tornasse o Estado de Israel, e estudou enfermagem. Depois de se aposentar, Hannah aproveitou a companhia de seus três filhos, onze netos e 31 bisnetos. Ela faleceu em 2022, aos 93 anos.

Ficha Técnica

Título: Minha amiga Anne Frank

Autora: Hannah Pick-Goslar, Hanneli

Formato: 16 x 23 cm

Páginas: 272 [com álbum de fotos exclusivo]

Tiragem: 7 mil

Lançamento: 10 de agosto 2023

ISBN impresso: 978-65-5393-226-5 R$ 79,90

ISBN e-book: ISBN e-book 978-65-5393-220-3 R$ 54,90

Gênero: autobiografia, memórias

Classificação: 16+

2 visualizações0 comentário
bottom of page